Agradecimentos

Posted: Julho 8, 2003 in Uncategorized

Este livro não teria sido possível de todo sem o apoio de inúmeras pessoas e instituições, entre as quais não posso deixar de destacar a extraordinária ajuda da D. Maria Amélia Barge e da filha, Isabel.

Quero também agradecer à minha mãe, pela empenhada colaboração, ao professor Hélder Pacheco, pelos muito úteis conselhos e orientações, ao José Miguel Reis, pelo excelente trabalho gráfico que fez, às gentes de Vilar de Mouros, particularmente Armando Ranhada, Carlos Alves e Maria Ângela Rocha, às equipas da Música no Coração, Porto&Ventos, Unicer e Edições Afrontamento, e aos colegas e amigos Alberto Peres, Ilídia Pinto, António Peres Magalhães, Rosa Sampaio, Fernando Veludo e Hernâni Pereira. Estes agradecimentos são extensíveis a Alexandra Campos, Alexandre Barrocas, «Alto Minho», Álvaro Covões, Antena 3, António Amorim, António Fazendeiro, António Freitas de Sousa, António Jorge, António Melão, António Victorino dAlmeida, Arquivo de Fotografia de Lisboa/Centro Português de Fotografia, Avelino Tavares, Câmara Municipal de Caminha, Castro Guerreiro, Cátia Maurício, Clix, Diana Pinto Neves, «Diário de Notícias», Fernando Costa, Fernando Pereira, Filipe Guimarães, Francisco Neves, Joana Queiroz Ribeiro, João Abreu Miranda, João Paulo Peixoto, Joaquim Gonçalves, Jorge Barros, Jorge Silva, José Cid, José Ribeiro, Júlia Paula Costa, Junta de Freguesia de Vilar de Mouros, Luís Montez, Luís Pinheiro de Almeida, Manuel Freire, Miguel Araújo, Mónica Mota Pereira, «Mundo da Canção», Nuno Xavier, «O Primeiro de Janeiro», Paulo Valentim, Pita Guerreiro, «Público», Rui Leal, Rui Pedrosa, Strat, Ursula Zangger… e à Shorty e à Inês.

Comentários
  1. Boas! Tinha-lhe pedido que assinasse CAMERAMAN METALICO, lembra-se? Pois… Mesmo assim parabéns pelo livro! Abraço CAMERAMAN

  2. Fernando Zamith diz:

    Caro António Melão/Cameraman Metálico, Todas as suas fotos estão devidamente assinadas “Cameraman Metálico”. Apenas nos Agradecimentos achei por bem colocar o seu nome próprio e não o profissional. Outro abraço, FZ

  3. Carlos Santos diz:

    Quero expressar os meus siceros parabéns aos responsáveis por esta obra.Este livro demonstra que o espirito dos que veneram este festival está bem vivo. PARABÉNS e obrigado por continuarem a promover este festival.

  4. Citando palavras que para além de ter sido o “PAI” do Festival de Vilar de Mouros, representando a aldeia, dando popularidade pelo país… aqui fica um registo da neta que tanto se orgulha de um feito destes… com carinho e muita saudade Joana Barge

  5. Citando palavras “LOUCURA CONTROLADA” de António Augusto Barge, meu avô, que para além de ter sido o “PAI” do Festival de Vilar de Mouros era um exemplo de alegria, força, inteligência e sempre um grande pilar da nossa família
    Com carinho e saudade Joana Barge

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s